Curiosidades da Culinária Japonesa

Irashaimase (lê-se ” irachaimassê) é a expressão usada para o nosso ‘seja bem vindo’ em japonês. Ao entrar em um restaurante e ouvir a saudação, responda apenas acenando de leve com a cabeça.

O Sushi foi criado acidentalmente. Era utilizado para conservar alimentos, prensado com sal e fermento por alguns dias antes de ser consumido. Somente nos últimos 100 anos que se tornou o prato que conquistou o mundo.

Para produzir o Missô (pasta de soja) no Brasil, os primeiros imigrantes japoneses não tinham os ingredientes principais – soja, trigo e sal -, dessa forma substituíram por milho, melaço de cana e glutamaco monossódico.

O Choshoku, café da manhã tradicional japonês, é uma refeição completa: Misshoshiru (sopa de pasta de soja), arroz, salmão grelhado, alga, picles e soja fermentada. Para beber, chá verde ou preto.

No Japão, nos Kaitenzuhis – sushis servidos em balcão giratório – os clientes pedem diretamente ao sushiman o sushi que desejam.

Ao preparar o bolinho de arroz, o sushiman olha para a boca do cliente e faz o sushi na medida para ser comido de uma vez só.

Os recipientes para shoyu, wasabi e outros temperos são individuais,
portanto não devem ser compartilhados com outras pessoas.

A palavra japonesa para arroz é Gohan, que significa tanto o alimento quanto uma refeição.

O preparo do sushi é uma atividade tipicamente masculina.
O motivo é que a temperatura das mãos das mulheres, tidas como mais quentes que a dos homens, poderia alterar o sabor do peixe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Peça Agora!